h1

Perda de tempo no auge

juin 17, 2009

Gente, olha o que eu achei:

london on pertedetemps

london skyline on pertedetemps

São fotos aéreas de Londres, que eu tirei com Google Earth, num momento perda de tempo-mor.Luz perfeita no momento perfeiton com a geografia perfeita, e voilà! O Skyline da cidade desenhado no rio…

Agora o que que uma formanda desesperada vai vazer em Londres via Google Earth, duas semanas antes da apresentação do diploma? Tudo começou quando minha tia voltou dos Estados Unidos com a frase-bomba: A-DO-REI New Orleans, é tão legal!! Não sei o que seu pai veio parar aqui no Brasil: o lugar dele era là!
Tà. Pausa. Meu pai era a figura « cult » da familia. De sua adolescência hipponga, ele saiu da França de mau com os pais por querer ser artista, e em uma familia de militares, artista é coisa de boiola. Foi assim que ele viajou de mala e cuia pela a América do Sul, até descer, descer, e ir parar em Mococa, fim do mundo interior do Brasil e conhecer minha mãe.
O cara tinha uma cultura que qualquer um aqui invejaria. Sobre tudo: artes, claro, mas também historia, geografia, literatura (nossa, dava um banho, em literatura), philosofia (ele foi o responsàvel pelo meu 16/20 no exame nacional de 3o colegial francês, sendo que eu nunca prestava direito atenção na aula da escola…). Enfim, cultura geral, mesmo. Se tivesse concurso de Mister Pai, ele ganhava. De tão francês e tão bacana, ele odiava os Estados Unidos. Tà bom, eu sei que não pode falar isso em pùblico, pois essa permanece uma verdade sub-entendida oculta da cultura francesa. Por isso que estranhei tanto essa historia de New Orleans.

Fui conferir no Google Earth, dar uma passeada de Street View, sabe?
Resultado? Nada. Acho que minha tia viajou. Mas jà que eu estava por la mesmo, resolvi dar uma passeadinha pelas cidades perdidas dos EUA. Geeeeente! Ta aih uma dica do que fazer pra perder tempo!!! Aquilo tudo é muito nojentão! Fiquei em duvida de colocar fotos aqui, mas queria mesmo que fossem ver por vocês mesmos! Nenhum espaço publico, nenhuma pracinha, nenhum comércio de proximidade, nada! Cidades inteiras planejadas (ou não) sem calçada, com a porta de entrada da casa junto à da garagem de milhares de casas repetidas e ecologicamente problemàticas! 2, 3 carros por casa, porque de toda forma, nada se faz a pé!! Fiquei horrorizada: Desperate Housewives’ Land.. Uma coisa é saber, outra coisa é conferir. Dozinha, mesmo. Não é à toa que se encantam com a Europa ou com cidadezinhas tradicionais da América do Sul.

Bom, soh isso. Defensores de New Orleans, fiquem à vontade pra manifestar-vos!

4 commentaires

  1. Rá ;] antes de udo valeu pela visita lá no blog! Também gostei muito do seu, em 3 linguas, te meeeete hahaha ;p


  2. Ah, que legal! Ainda bem q vc respondeu: queria ter guardado o end. no reader, mas deu pb, e já tinha fechado a janela e não consegui lembrar do blog! Agora ficou quardado…🙂 Inté, moça!


  3. mas…tudo isto não explica como vôcé parou mesmo en Londres! gostei da historia anyway como gosto do seu blog…j’adore « perdre mon temps » ici…bonne chance pour ton diplôme!


  4. POxa… é verdade!😉 Acho que nem sei como eu fui parar em Londres… acho que depois de rondar tanto lá pelos USA, precisava ver contra-exemplos, urbanidades densas, ruas com vida… Entre temps, tb fui parar lá por Dubai, pq ainda não tinha noção, por Calcutá, por Port Elisabeth… haha haja tempo a perder!
    Já en ce qui concerne mon diplome… veremos… ainda tô em dúvida se posto algo a respeito ou se minha vida pessoal exposta no blog não tem nada a ver… q q vc acha? heeh
    Inté!



Laisser un commentaire

Entrez vos coordonnées ci-dessous ou cliquez sur une icône pour vous connecter:

Logo WordPress.com

Vous commentez à l'aide de votre compte WordPress.com. Déconnexion / Changer )

Image Twitter

Vous commentez à l'aide de votre compte Twitter. Déconnexion / Changer )

Photo Facebook

Vous commentez à l'aide de votre compte Facebook. Déconnexion / Changer )

Photo Google+

Vous commentez à l'aide de votre compte Google+. Déconnexion / Changer )

Connexion à %s

%d blogueurs aiment cette page :